top of page
site ufpr (6).png
logo.png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Foto: Frederico Falcão Salles

  • sbe424

SBE terá representante na Reunião Anual da Sociedade Americana de Entomologia


Evento acontece anualmente, reunindo milhares de especialistas de todo o mundo (Foto: ESA)

A Sociedade Americana de Entomologia (Entomological Society of America - ESA) realiza em novembro, em Phoenix, a edição 2024 da sua reunião anual. Entre os brasileiros presentes estará o presidente da Sociedade Brasileira de Entomologia (SBE), Rodrigo Feitosa. Na palestra "Studies on the Decline of Insect Populations in Brazil", o professor vai apresentar parte do trabalho desenvolvido por ele e sua equipe na Universidade Federal do Paraná (UFPR), além de representar a ciência produzida no Brasil. 


"Ter o Brasil e a Sociedade Brasileira de Entomologia representada nesta edição é um marco de extrema importância. O convite foi feito pela presidência da ESA, que se mostrou muito interessada na atuação de nossa sociedade e na forma como lidamos com temas estratégicos na entomologia brasileira, em especial a crise atual envolvendo o declínio da população de insetos", diz Rodrigo. Será a primeira vez que a SBE é oficialmente representada na reunião anual da ESA. "É uma grande oportunidade para destacarmos o lugar do país como o de maior biodiversidade do mundo, graças ao fato de que concentramos a maior produção em taxonomia de insetos do planeta. E ao falarmos sobre taxonomia de insetos não deixaremos de destacar o papel da Revista Brasileira de Entomologia, gerenciada por nossa sociedade e reconhecida como um dos veículos mais tradicionais de publicações científicas contendo descrições de novas espécies de insetos."


A ESA é considerada a maior organização entomológica do mundo. Na reunião de 2024, que acontece entre os dias 10 e 13 de novembro, são esperados milhares de entomologistas de diferentes nacionalidades para palestras e debates exclusivamente presenciais, sobre as principais linhas de pesquisa em Entomologia da atualidade. "Embora esteja sediada nos EUA, os membros e ações da ESA estão presentes no mundo todo. Até por isso pesquisadores de vários países, incluindo o Brasil, tendem a incluir os encontros da ESA em seu calendário acadêmico sempre que possível", conta Rodrigo. 


O tema do encontro deste ano será "Empowering Tomorrow with Insect Science". Entre os tópicos a serem debatidos estão o uso da Inteligência Artificial e outras tecnologias nos estudos dos insetos e a importância da entomologia na resolução dos problemas do mundo, como perda de biodiversidade, escassez de alimentos, doenças transmitidas por insetos e etc. A programação já está parcialmente disponível na página oficial do evento.


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page