top of page
site ufpr (6).png
logo.png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Foto: Frederico Falcão Salles

  • sbe424

Catálogo Taxonômico da Fauna do Brasil já soma 91.500 espécies de insetos

Atualizado: 22 de jun. de 2023



Iniciado em abril de 2015, o Catálogo Taxonômico da Fauna do Brasil acaba de completar oito anos com o mérito de deixar para trás as estimativas e apresentar dados concretos: nosso país tem hoje catalogadas 126.990 espécies animais, sendo 91.500 espécies de insetos.

"Isso significa que 72% dos animais que ocorrem no Brasil são insetos, o grupo mais rico de organismos. O catálogo é de acesso público e motivo de orgulho nacional. Pela primeira vez podemos dizer com segurança quantas espécies ocorrem no país. São informações qualificadas que podem ser utilizadas por estudantes, professores, tomadores de decisões, enfim, qualquer pessoa", destaca o pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) José Albertino Rafael, coordenador do grupo de insetos no projeto.

A lista está disponível online e passa por atualização constante, conforme as espécies vão sendo descritas ou as classificações vão sendo alteradas. "Estamos numa fase bastante avançada quando a digitalização dos dados sobre o nome das espécies e registros geográficos no país. Mas ainda é necessário avançar com informações complementares quanto aos depósitos em coleções, biomas, dados das etiquetas, relação com hospedeiros", diz José Albertino. Segundo ele, o projeto está em uma fase promissora, com recursos financeiros públicos destinados a atualizações do sistema e pagamento de pessoal para digitalização dos dados.

O projeto conta com a colaboração de cerca de 500 entomologistas, incluindo a maior parte da diretoria da SBE. Ao todo, são 690 especialistas na fauna brasileira. "O Catálogo permite uma correção histórica quanto ao quantitativo de espécies animais que ocorrem no Brasil, anteriormente divulgada entre 15 e 20%. Na realidade, a cota de animais que ocorre no Brasil é de 8%. Ainda assim, somos o país com a maior diversidade mundial."

Foto: Frederico Salles

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page